Skip to content

Muralismo e Grafite

Esse meu texto foi inspirado na leitura do artigo “O que é muralismo?” de Daniela Dionísio, ela fez um vídeo também!

O que é Muralismo? [Tudo sobre o Movimento] – Click Museus

Apesar de o muralismo como movimento estar ligado a um movimento artístico cultural mexicano ele já era praticado na antiguidade.

O muralismo é um tipo de arte que tem como suporte para suas obras as paredes e painéis permanentes. 

Logo, é uma arte que está diretamente ligada à arquitetura, difere totalmente das demais artes ligadas à pintura. 

A técnica mais utilizada é a do afresco sobre paredes. Ou seja, são aplicados pigmentos com água sobre argamassa ainda úmida. 

Muitos conhecem também, como arte dos murais ou pintura de murais. 

Muralismo Mexicano

O Muralismo mexicano ficou conhecido por que se tornou muito forte no século passado, após o país ser impactado pela Primeira Guerra Mundial, pela quebra da Bolsa de Nova York, em 1929, e pelo autoritarismo de governos locais. 

As pinturas passaram a representar as revoltas populares e tomaram grande vulto.

Muralismo brasileiro

No Brasil tivemos um representante muito importante do movimento, foi Cândido Portinari

Mas nosso estilo se distancia do mexicano. Pois aqui tomou um aspecto mais social. 

Quando puder, conheça a arte desse mestre.

No Memorial da América Latina:

Na igreja de Belo Horizonte:

Na ONU:

Grafite

O muralismo e grafite são duas expressões artísticas muito próximas, seja na forma, seja na base ideológica. 

Ambos são a arte comprometida com as lutas sociais.

É comum encontrar murais e grafites em áreas urbanas degradadas, nos últimos anos esses movimentos foram direcionados a estampar as ruas e avenidas, principalmente em paredes de locais com mais dificuldade de manutenção. Isso provocou um boom, uma explosão de obras urbanas.

O grafite surgiu nos anos 70, em Nova Iorque, era um meio dos jovens deixarem suas marcas nas paredes. 

Mas muitos estudiosos dizem que a arte de deixar marcas nas paredes existe desde o Império Romano. 

O grafite é caracterizado pelo uso da lata de spray e se desenvolve no ambiente urbano. 

A Arte Grafite reflete a rua e o dinamismo.

Existem outra técnica, que difere do grafite pelo material usado, é a aerografia em muros, os temas são comuns, mas as técnicas diferem.

Assim como o muralismo mexicano, o grafite tem um cunho social muito forte e possui uma ligação direta com o movimento musical do Hip Hop. 

O grafite passou a tomar força diante de tantos questionamentos necessários na vida moderna.

O movimento possui uma vertente artística e cultural com forte apelo ao questionamento dos problemas da sociedade, mas possui a vertente ligada ao vandalismo e a destruição, uma luta mais radical sobre os valores impostos, nesse caso fica conhecido como pichação. 

A pichação é considerada uma prática que desagrega, pois possui alvos e subverte valores, sua prática está intimamente ligada a protestos, xingamentos e são consideradas ilegais. 

Gostaria de dizer que tomei como base do estudo sobre grafite o texto de Eliene Percília da Equipe Brasil Escola.com

Grafite. A arte do grafite – Brasil Escola (uol.com.br)

Esses formatos passaram por uma evolução técnica enorme e hoje já invadiram as cidades do mundo todo.

Os brasileiros se  identificaram com o movimento e, temos alguns dos melhores do mundo.

Foram os brasileiros que criaram a inovação de introduzir a tinta látex na feitura do Grafite Hip Hop. Americanos e europeus nunca imaginaram utilizar esta tinta em seus trabalhos. 

Comprometimento Social

A arte dos grafites desbrava, questiona, defende, ajuda e apoia a sociedade.

A execução em paredes, muros, laterais de prédios aproxima a arte de todas as pessoas, retira a arte dos museus, galerias e propriedades privadas para a experiência do público em geral.

Algumas referências, destaque – “Beco do Batman”

Moro em Sampa e não consigo mostrar minha cidade aos visitantes sem ir ao Beco do Batman e em várias obras de murais pela cidade. 

Acho as imagens de Oscar Niemeyer e de Airton Senna em São Paulo pontos turísticos necessários. 

Não consigo ir ao Rio com amigos sem mostrar os painéis, hoje são tão importantes quanto ir ao Pão de Açúcar, ao Cristo e os Arcos da Lapa.

Mural “Etnias” entra para o livro dos recordes — Português (Brasil)
Saiba onde ver o mural "Etnias", de Kobra, e outros grafites no Rio -  16/09/2016 - UOL Entretenimento

Mural “Etnias” entra para o livro dos recordes — Português (Brasil) (www.gov.br)

Valorizem os grafites brasileiros, fotografem, divulguem, e tenham muito orgulho.

Imagem de capa: https://soubh.uai.com.br/noticias/cultura/muralista-mineiro-brilha-em-lisboa-com-mural-exaltando-a-flora-local