Skip to content

FIV e FELV

Aprendendo mais sobre as chamadas AIDS e Leucemia felina 

No paralelo universo dos felinos, dentre as afecções mais conhecidas estão a Fiv e Felv. São muito lembradas por sua fácil sigla e alusão com duas famosas e graves doenças que acometem a nós, humanos: a AIDS e a Leucemia.

FIV

O vírus da imunodeficiência felina pertence ao mesmo gênero da imunodeficiência humana (HIV); porém, sua ação é espécie-específica, acometendo apenas células felinas. 

Este vírus compromete como um todo o sistema imune e facilita o aparecimento de doenças secundárias no animal – isto é, a imunidade baixa causa diversos outros problemas. 

A forma de transmissão mais comum é pela saliva, mas pode ocorrer também por via transplacentária (da mãe para o filho durante a gestação), pelo aleitamento materno, por transfusão sanguínea e de forma menos comum, pelo coito. Geralmente, é passada durante as brigas entre os gatos, onde ocorrem as mordidas.

É uma afecção que, infelizmente, ainda não tem cura. 

Portanto, seu tratamento consiste em um suporte para manter a resistência imunológica em melhor estado possível. 

Para isso, é monitorado e rigoroso os cuidados com alimentação, higiene, ambiente adequado, vacinação atualizada e acompanhamento constante com veterinário. 

O estresse também é um importante fator, que pode contribuir na manifestação da doença. 

Assim como nos humanos, os estímulos acionados pelos sentimentos refletem diretamente em seus outros sistemas interligados. 

Assim, manter seu gato satisfeito com questões simples como a limpeza da caixa de areia, organização dos potes e outros objetos podem interferir na melhora de seu quadro.   

Curiosa, Olha, Gato, Quintal, Malhado

FELV

Este é o vírus da leucemia felina, responsável por comprometer vários sistemas orgânicos, podendo ter desde manifestações oncológicas, como digestivas e até mesmo hematológicas. 

Suas enfermidades secundárias podem evoluir a anemias, imunossupressão, neoplasias, uveítes e outras. 

A FELV tem a possibilidade de baixar os glóbulos vermelhos e o aparecimento de câncer.

É isso mesmo, apesar do nome, nem sempre a leucemia felina está relacionada a um câncer. Algumas vezes ocorrem sim o surgimento de tumores. Em outras, o animal pode até mesmo eliminar o vírus de seu corpo sem ao menos apresentar sintomas.

A transmissão ocorre a partir do contato com a saliva do animal infectado, mas pode ocorrer também por via transplacentária, pelo leite, fezes e pelo sangue. Como no FIV, é também transmitida nas lutas entre os animais. 

A prevenção destas e outras enfermidades é a melhor saída para garantir a saúde e qualidade de vida do seu gato. 

Algumas alternativas de proteger o seu pet são através da castração e do controle de ambientes em que ele circula. 

Já existem vacinas comercialmente para a prevenção de Felv. 

O Fiv não possui vacina disponível no Brasil. 

Mesmo nos países em que foi disponibilizada, a vacina se apresenta um tanto controversa, alvo de discussão entre profissionais da área.

Ambos os vírus podem proporcionar o surgimento de diversas outras doenças, chegando a evoluir até o óbito dos gatinhos. 

Você pode saber mais informações sobre o cuidado e manutenção do bem-estar dos gatos, acessando:

catfriendly.com

Gato, Gato Doméstico, Gato De Raça

Sou a Beatriz, tenho 18 anos e sou estudante de medicina veterinária. Nascida e residente em São Paulo, sou apaixonada por animais, música e literatura. 💖