Skip to content

Colocando a festa na caixa

Sempre há motivos para comemorar na vida.

Quando a pandemia começou, eu acreditei que o meu negócio iria se estagnar!!!

Eu trabalho com doces personalizados, decorados em pasta de açúcar. Meu trabalho está relacionado com festas, decoração e eventos.

O primeiro setor a sentir de fato o peso da pandemia foi o de festas e eventos. Todas as minhas festas foram canceladas. 

Eu sempre acreditei em parcerias, pouco antes da pandemia eu entrei em contato com uma decoradora que estava iniciando o seu trabalho no ramo de festas e eventos me colocando à disposição para parcerias, oferecendo o meu trabalho com a confeitaria artística. 

Assim como eu, ela também teve todas as suas festas canceladas e estava no começo da sua jornada como empreendedora no ramo.

Para que fique mais fácil entender o que é fazer uma parceria, imagine como uma cooperação onde duas empresas distintas, que se unem em prol de um mesmo objetivo.

Essa é uma estratégia capaz de aumentar o alcance do negócio e fazer as coisas acontecerem, gerando benefícios para as duas empresas. 

A decoradora entrou em contato comigo na primeira semana da quarentena com a ideia de uma festa na caixa.

O DIFERENCIAL desta festa seria uma mini decoração inclusa, além dos docinhos (boleados e/ou personalizados) e um bolo, tudo personalizado.

 

Assim, começou o nosso projeto FESTA NA CESTA.  

Primeiro a ideia da decoradora, depois a busca de uma outra pessoa que poderia ajudar a viabilizar a realização, no caso uma parceria.

Em seguida,  foi  a hora de identificar:

  • as necessidades das pessoas naquele início de pandemia ,
  • a definição dos objetivos em relação a ganhos e satisfação dos clientes,
  • estudos de viabilidade para entrega e compra dos materiais necessários,
  • identificação de riscos,
  • quantidade de doces e decoração para atender o número de pessoas em isolamento social.

Após levantar todas essas questões, combinamos uma reunião onde montamos uma Festa na Cesta piloto para avaliar custos, como seria a reprodução, montagem, logística de entrega e divulgação (produzimos material de divulgação para rede sociais, grupos de WhatsApp e família).

Após começar a divulgação, tivemos as primeiras encomendas.

Durante o processo de montagem e entrega das cestas, fomos aperfeiçoando e padronizando ainda mais o nosso produto, agregando valor e individualidade. 

Para a Festa na Cesta ter o resultado positivo que teve durante a pandemia foi preciso visão, ideia, planejamento, execução, padronização e ajustes ao longo de todas as etapas, fazendo com que hoje, ela seja muito mais do que uma festa na caixa.

Entregamos:

  • bolos,
  • doces,
  • papelaria personalizada
  • decoração de parede

Mas para cada cliente também existe:

  • carinho,
  • afeto,
  • atenção,
  • respeito,
  • cuidado
  • amor

Eu realmente acredito que sempre há motivos para comemorar a vida e é essa a mensagem que passamos em forma de festa na cesta.