Muito rico o texto do Artur Menezes França. A simplicidade com que ele trata o tema de nossas origens indígenas, que na nossa cultura, mesmo aqui no Ceará, sempre estiveram apartadas de nós, encanta!!

Responder