Skip to content

Caetanear

Desvendando sua poesia

Caetano Veloso nasceu em 1942, então hoje podemos dizer que são 78 anos de muita música e vida.

Tanta expressão, criatividade e musicalidade poderiam ter nascido em qualquer tempo, pois seus versos, suas melodias e seus arranjos são atuais, passados e, garanto, que estarão no futuro. 

Quando falamos de arte, devemos ser puro amor, leveza, poesia e viajar nos versos daqueles a quem Deus deu o dom de escrever sobre tudo, com verdade.

Segundo Caetano, ele foi influenciado por João Gilberto, Amália Rodrigues, Cole Porter, Rolling Stones; olhando para seus ídolos, podemos compreender tanta versatilidade. 

Veloso diz que não consegue fazer uma comparação entre seu estilo musical na década de 1960, no auge da Tropicália, e seu trabalho atual: considera que amadureceu!

Caetano levou sua obra para filmes nacionais maravilhosos:

  • Tieta, 
  • Coração Vagabundo, 
  • ó Pai ó!, 
  • A dama do lotação, 
  • O quatrilho, 
  • Orfeu, 
  • Brasil verdade,  
  • Índia, entre tantos outros e nas novelas 

E mais, embalou séries e novelas brasileiras como:

  • Anos rebeldes, 
  • Suave Veneno, 
  • Laços de família, 
  • Belíssima, 
  • Tieta, 
  • Paraíso tropical, 
  • Velho Chico e a 
  • Força do querer, por exemplo. 

Nesse primeiro texto de “caetanear”, vou focar em algumas obras e três cenários:

Sensualidade e malemolência

Fonte: https://www.torredevigilancia.com/resenha-tieta-do-agreste/

Falar de Caetano é falar da Bahia, e da contribuição desse estado para a MPB. 

Nas músicas de Caetano ligadas à Bahia, vou te dar uma dica para combinar alguns ingredientes:

PERSONAGEM
Imagine o gingado e a sensualidade dos baianos. Pode ser, por exemplo, a Tieta ou a Gabriela de Sonia Braga ou o Lázaro Ramos em ó Pai ó!

CENÁRIO
Agora crie um cenário: as areias de Itapoã ou de Trancoso.

VOZ

Acrescente a voz de Gal, Bethania ou Daniela.  

TEXTO

Um livro de Jorge Amado ou uma peça de Nelson Rodrigues.

Pronto! Agora ouça as músicas e as letras de Caetano!

Muita brasilidade junta!!!

A Luz de Tieta

  • Todo o dia é o mesmo dia
  • A vida é tão tacanha
  • Nada novo sob o Sol
  • Tem que se esconder no escuro
  • Quem na luz se banha
  • Por debaixo do lençol
  • Nessa terra a dor é grande
  • E a ambição pequena
  • Carnaval e futebol
  • Quem não finge
  • Quem não mente
  • Quem mais goza e pena
  • É que serve de farol
  • Existe alguém em nós
  • Em muito dentre nós esse alguém
  • Que brilha mais do que milhões de sóis
  • E que a escuridão conhece também
  • Existe alguém aqui
  • Fundo no fundo de você de mim
  • Que grita para quem quiser ouvir
  • Quando canta assim
  • Toda a noite é a mesma noite
  • A vida é tão estreita
  • Nada de novo ao luar
  • Todo mundo quer saber
  • Com quem você se deita
  • Nada pode prosperar
  • É domingo, é fevereiro
  • É sete de setembro
  • Futebol e carnaval
  • Nada muda, é tudo escuro
  • E até onde eu me lembro
  • Uma dor que é sempre igual
  • Existe alguém em nós
  • Em muito dentre nós esse alguém
  • Que brilha mais do que milhões de sóis
  • E que a escuridão conhece também
  • Existe alguém aqui
  • Fundo no fundo de você de mim
  • Que grita para quem quiser ouvir
  • Quando canta assim
  • Eta, Eta, Eta, Eta
  • É a Lua, é o Sol é a luz de Tieta
  • Eta, Eta”

A Luz de Tieta – YouTube

Tigresa

  • Uma tigresa de unhas negras e íris cor de mel
  • Uma mulher, uma beleza que me aconteceu
  • Esfregando a pele de ouro marrom
  • Do seu corpo contra o meu
  • Me falou que o mal é bom e o bem cruel
  • Enquanto os pelos dessa deusa tremem ao vento ateu
  • Ela me conta, sem certeza, tudo que viveu
  • Que gostava de política em mil novecentos e sessenta e seis
  • E hoje dança no Frenetic Dancing Days
  • Ela me conta que era atriz e trabalhou no “Hair”
  • Com alguns homens foi feliz, com outros foi mulher
  • Que tem muito ódio no coração, que tem dado muito amor
  • E espalhado muito prazer e muita dor
  • Mas ela ao mesmo tempo diz que tudo vai mudar
  • Porque ela vai ser o que quis, inventando um lugar
  • Onde a gente e a natureza feliz vivam sempre em comunhão
  • E a tigresa possa mais do que um leão
  • As garras da felina me marcaram o coração
  • Mas as besteiras de menina que ela disse não
  • E eu corri para o violão, num lamento
  • E a manhã nasceu azul
  • Como é bom poder tocar um instrumento

Falando de amor

Caetano, quando fala de amor, faz com que as pessoas se percam na verdade do sentimento exposto! São letras marcantes e fortes. Para todas as formas de amar!

Trecho de Dom de iludir

  • “Não me venha falar na malícia
  • De toda mulher
  • Cada um sabe a dor e a delícia
  • De ser o que é
  • Não me olhe
  • Como se a polícia andasse atrás de mim
  • Cale a boca e não cale na boca
  • Notícia ruim”

Luz do Sol

  • “Luz do Sol
  • Que a folha traga e traduz
  • Em verde novo
  • Em folha, em graça
  • Em vida, em força, em luz
  • Céu azul
  • Que venha até
  • Onde os pés
  • Tocam na terra
  • E a terra inspira
  • E exala seus azuis
  • Reza, reza o rio
  • Córrego pro rio
  • Rio pro mar
  • Reza correnteza
  • Roça a beira
  • A doura areia
  • Marcha um homem
  • Sobre o chão
  • Leva no coração
  • Uma ferida acesa
  • Dono do sim e do não
  • Diante da visão
  • Da infinita beleza
  • Finda por ferir com a mão
  • Essa delicadeza
  • A coisa mais querida
  • A glória, da vida
  • Luz do Sol
  • Que a folha traga e traduz
  • Em verde novo
  • Em folha, em graça
  • Em vida, em força, em luz”

Luz do Sol – YouTube

O amor (adaptação do Poema De V. Mayakovsky)

  • Talvez
  • Quem sabe
  • Um dia
  • Por uma alameda
  • Do zoológico
  • Ela também chegará
  • Ela que também
  • Amava os animais
  • Entrará sorridente
  • Assim como está
  • Na foto sobre a mesa
  • Ela é tão bonita
  • Ela é tão bonita
  • Que na certa
  • Eles a ressuscitarão
  • O século trinta vencerá
  • O coração destroçado já
  • Pelas mesquinharias
  • Agora vamos alcançar
  • Tudo o que não
  • Podemos amar na vida
  • Com o estrelar
  • Das noites inumeráveis
  • Ressuscita-me
  • Ainda
  • Que mais não seja
  • Porque sou poeta
  • E ansiava o futuro
  • Ressuscita-me
  • Lutando
  • Contra as misérias
  • Do cotidiano
  • Ressuscita-me por isso
  • Ressuscita-me
  • Quero acabar de viver
  • O que me cabe
  • Minha vida
  • Para que não mais
  • Existam amores servis
  • Ressuscita-me
  • Para que ninguém mais
  • Tenha de sacrificar-se
  • Por uma casa
  • Um buraco
  • Ressuscita-me
  • Para que a partir de hoje
  • A partir de hoje
  • A família se transforme
  • E o pai
  • Seja pelo menos
  • O Universo
  • E a mãe
  • Seja no mínimo
  • A Terra”

Festivais

Como se não bastasse tudo isso, sempre foi muito atuante na política, na vida social e, junto com Gal, Bethania e Gil, formaram um dos grupos mais impactantes da MPB: a Tropicália! Em breve falaremos especificamente sobre esse movimento.

Mas, nos festivais, Caetano brilhou!

Alegria Alegria:

  • “Por entre fotos e nomes
  • Sem livros e sem fuzil
  • Sem fome, sem telefone
  • No coração do Brasil
  • Ela nem sabe, até pensei
  • Em cantar na televisão
  • O Sol é tão bonito
  • Eu vou
  • Sem lenço, sem documento
  • Nada no bolso ou nas mãos
  • Eu quero seguir vivendo, amor
  • Eu vou
  • Por que não? Por que não?”

É proibido proibir (obra com os Mutantes)

  • A mãe da virgem diz que não
  • E o anúncio da televisão
  • Estava escrito no portão
  • E o maestro ergueu o dedo
  • E além da porta
  • Há o porteiro, sim…
  • E eu digo não
  • E eu digo não ao não
  • Eu digo:
  • É! — proibido proibir
  • É proibido proibir
  • É proibido proibir
  • É proibido proibir…
  • Me dê um beijo, meu amor
  • Eles estão nos esperando
  • Os automóveis ardem em chamas
  • Derrubar as prateleiras
  • As estantes, as estátuas
  • As vidraças, louças, livros, sim…
  • E eu digo sim
  • E eu digo não ao não
  • E eu digo:
  • É! — proibido proibir
  • É proibido proibir
  • Caí no areal na hora adversa que Deus concede aos seus
  • para o intervalo em que esteja a alma imersa em sonhos
  • que são Deus.
  • Que importa o areal, a morte, a desventura, se com Deus
  • me guardei
  • É o que me sonhei, que eterno dura
  • É esse que regressarei.
  • Me dê um beijo meu amor
  • Eles estão nos esperando
  • Os automóveis ardem em chamas
  • Derrubar as prateleiras
  • As estátuas, as estantes
  • As vidraças, louças, livros, sim…
  • E eu digo sim
  • E eu digo não ao não
  • E eu digo: É!
  • Proibido proibir
  • É proibido proibir

Vou deixar algumas outras grandes músicas de Caetano para “caetanear” de novo, em breve! 

Algumas delas possuem histórias na sua composição que são muito interessantes, entre elas:

  • Cajuína, 
  • Sampa, 
  • Maria Bethania e 
  • Força Estranha. 

Até breve!

Imagem de destaque: https://www.letras.mus.br/blog/musicas-caetano-veloso/

Indicamos tudo de Caetano, seguem alguns links disponíveis: