Skip to content

Hall de elevador, vale tudo?

A decoração do hall de elevador

O hall de elevador é, de certa forma, parte integrante da casa. 

Mas, antes de pensar em fazer qualquer tipo de intervenção, é preciso entender claramente qual o contexto está inserido.

Trata-se de uma transição entre o espaço coletivo e espaço privado, portanto, é necessário entender claramente quais são as regras, que são especificas para cada situação.

É também um local de pouca permanência, por essa razão permite intervenções mais ousadas em termos de decoração, inclusive com iluminação mais voltada para o estilo cenográfico.

Dependendo da situação, é possível até mesmo colocar objetos decorativos ou até mesmo esculturas. 

É uma forma de dar as boas-vindas a quem vem nos visitar, tentando causar intencionalmente uma sensação agradável a quem chega e ao mesmo tempo, já revelando um pouco sobre quem vive nesse lugar.

Pode-se considerar um cartão de visita. No entanto, temos que ir com calma antes de fazer qualquer tipo de intervenção neste espaço.

Hall compartilhado

Quando o hall é compartilhado, obviamente qualquer intervenção precisa ser aprovada pelo vizinho, ou vizinhos. 

E, também, precisa ser aprovada pelo condomínio.

Cinco ideias fáceis e práticas para incrementar seu hall de entrada -  26/06/2020 - UOL Nossa

É muito importante ter em mente que o vizinho não é obrigado a aceitar a sua sugestão de intervenção no hall. 

Nem mesmo, quando você se propõe a arcar com todos os custos. 

Se ele não quiser, nada feito. 

O hall precisa ser mantido como foi entregue pela construtora, ou em caso de prédios mais antigos, do jeito que sempre foi.

É bom refletir se vale mesmo a pena se indispor com um vizinho por conta desse tipo de assunto.

Em outros casos, o próprio condomínio não permite nenhuma alteração e essa regra precisa ser observada e atendida, justamente para não causar nenhum tipo de problema desnecessário.

Mesmo em casos de hall exclusivo, é preciso comunicar e apresentar o projeto ou memorial descritivo da intervenção, pois, a rigor, esse espaço faz parte da área comum do condomínio.

O que é permitido?

Se for permitido modificar o hall de elevadores, a imaginação é que será o limite. 

No entanto, regras precisam sempre ser observadas. 

Basicamente, são as regras que abordam a segurança e que valem para qualquer tipo de intervenção em um condomínio.

Como já mencionamos, o hall de elevador é como um cartão de visita e que vai mostrar brevemente quem são os moradores da casa. 

Conseguir transmitir essa impressão em um espaço tão reduzido e de tão pouca permanência é mesmo um grande desafio para quem transforma espaços. 

Mas é perfeitamente possível, é justamente aí que está o talento. 

A sensação transmitida normalmente está na sutileza de algum objeto, na iluminação, no perfume ou em alguma solução inusitada. 

Esse é um espaço que pode ser tratado como uma galeria, sem utilidade específica, apenas um espaço de provocações sensoriais. 

Afinal, nossas experiências ficam enriquecidas quando despertamos sensações.

CasaPRO: 44 fotos de hall de entrada | CASA.COM.BR

Sugerimos que leia o texto abaixo, que demonstra algumas regras básicas para hall de apartamentos em Condomínio.

Decoração de halls em condomínios – SíndicoNet (sindiconet.com.br)

Autora de um blog com informações e dicas de arquitetura