Skip to content

Sobre morar durante a reforma

Organizar-se, para não sofrer!

Se você vai iniciar uma reforma e pensa que continuar morando durante a obra vai fazer com que ela tenha sucesso, que não terá nenhum imprevisto, que terminará no prazo e ficará bem feita, melhor repensar essa ideia.

Se for por qualquer outra razão, ou mesmo por falta de opção, você precisa estar bem preparado, pois uma coisa já é certa, não será fácil, mas existem formas de diminuir o stress e conseguir vencer esse período sem perder a cabeça.

Antes de falar sobre essas formas de diminuir o stress de quem vai encarar uma reforma, vale lembrar que os principais fatores de sucesso de uma obra, por menor que seja, são o Projeto e o Planejamento.

O melhor empreiteiro terá dificuldade de executar qualquer coisa que não esteja definida em projeto. 

As informações contidas nesses documentos são fundamentais para que a reforma seja executada conforme a expectativa, no prazo e no custo esperados.

Dicas para encarar esse desafio

Se você não tem mesmo escolha e terá que encarar esse desafio, veja essas dicas:

Tenha em mãos o Projeto e o Planejamento da obra. 

Por menor que seja essa reforma, não pense que esses itens são indispensáveis, pois as únicas certezas que você tem quando inicia uma obra sem isso é que não vai ficar como você imaginava. Vai demorar muito mais tempo e custar mais caro.

Antes de contratar a mão-de-obra, procure referências. 

Converse com quem já contratou antes e, se possível, visite alguma obra executada recentemente.

Entenda que você será requisitado para compras e soluções de imprevistos que acabam acontecendo, se você não for ter a ajuda regular de um profissional neste período.

Portanto, você não pode ficar impaciente e precisa estar disponível. Caso contrário, terá problemas de relacionamento com a equipe, o que vai prejudicar a obra e causar atrasos.

Combine com a equipe de chegar no primeiro horário e parar meia hora antes do limite, para organizar os ambientes e deixá-los em uma condição mínima de convivência. Caso contrário, você se irritará muito rapidamente, por mais que pense estar preparado.

Estipule, logo no primeiro dia, as rotinas para a boa convivência. Por exemplo, onde os operários vão fazer suas refeições, qual banheiro estará disponível para uso, quais os locais estarão inacessíveis.

Pense que pessoas estarão dentro da sua casa diariamente, por menor que seja o impacto dessa reforma, ouvindo suas conversas, participando da sua vida. 

Se esse fato for te incomodar, procure colocar limites para a convivência desde o começo. Afinal. é você quem dará as cartas do jogo.

Prepare-se para o pó. É praticamente impossível fazer qualquer reforma sem pó, portanto proteja tudo o que for possível com lonas, plástico bolha e só deseje se livrar do pó no último dia!

Evite criar expectativas fora do cronograma, pois isso só irá te frustrar, além de atrapalhar o desempenho da equipe.

Imprevistos

Prepare-se para imprevistos. 

Mesmo com todo o planejamento, imprevistos podem acontecer. 

Sem planejamento, então, os imprevistos serão a regra! 

Como já mencionado, o Projeto e o Planejamento evitam ao máximo que eles ocorram, mas mesmo assim acontecem. 

Perder a cabeça nunca será a melhor solução, portanto mantenha sempre a calma para encontrar as melhores soluções.

Não fique o tempo todo ao lado de quem está trabalhando, pois isso pode não ser uma boa ideia. 

As pessoas se sentem pressionadas e não vão executar as tarefas da melhor forma. 

Combine uma lista de atividades diárias a serem executas, baseadas no cronograma previamente elaborado pelo profissional responsável pelo projeto e deixe as atividades acontecerem. 

Só apareça quando for requisitado ou no final do dia para verificar se tudo foi executado.

Por outro lado, a equipe que vai reformar uma casa onde o cliente está morando precisa ter uma consciência maior e cuidados especiais. 

Nós, profissionais da Conseil Arquitetura, orientamos essas pessoas, chamando a atenção para alguns pontos relevantes. 

Você pode fazer o mesmo para sensibilizar a equipe e evitar maiores desgastes durante a obra:

Dicas para quem vai trabalhar na obra

Saiba que pessoas que moram durante a reforma sempre pensam que estão preparadas, mas quando começam a conviver com o incomodo de uma obra, ou seja, pó e barulho, ficam impacientes muito rapidamente

Ouça com atenção todas as recomendações dos clientes em relação a rotinas, permissões, proibições e siga à risca todas as recomendações.

Seja o mais discreto possível, evitando conversas com moradores ou empregados da casa e sempre focando nas tarefas que precisam ser executadas.

Seja sempre educado e gentil, principalmente se perceber que o cliente está impaciente por alguma razão. Nunca discuta, nunca queira ter razão, evite ter que dar justificativas

Chegue cedo na obra. 

Os horários de trabalho de condomínios residenciais são muito restritos e chegar fora do horário é a certeza de que a obra estará comprometida e que o cliente estará insatisfeito

Não execute nada que não tenha plena certeza do que está fazendo. Se tiver dúvida, pare e pergunte

Deixe a obra sempre em ordem. 

Lembre-se, você vai para casa e o cliente vai ficar, pois ele mora lá.

Esses são passos que vão minimizar a problemática de fazer reforma e continuar morando, quando essa situação é inevitável.

Autora de um blog com informações e dicas de arquitetura