Skip to content

Reciclando vidros

Descarte e reciclagem de vidro

Os vidros não são biodegradáveis e permanecem na natureza por cerca de dez mil anos.

Mesmo sendo produzido por elementos naturais como sílica, presente na areia das praias, são elementos extremamente resistente às alterações climáticas, levando muito tempo para ser absorvido novamente pela natureza, assim aumentando o volume de “lixo” nos aterros sanitários. 

A grande preocupação é que o vidro, depois de quebrado, se torna um material perigoso que pode causar acidentes em humanos e animais.

O vidro é 100% reciclável 

Entende-se como reciclagem de vidro o processo industrial de derretimento de resíduos de vidro para a fabricação de novos produtos, na maior parte das vezes, embalagens. 

Vidros reciclados são misturados com matéria-prima nova e, em média, as garrafas de vidro são compostas em cerca de 70% de vidro reciclado. 

Dependendo da cor, esse percentual ainda pode chegar a 90%. O vidro pode ser reciclado e reutilizado várias vezes, mantendo a qualidade original.

Dessa forma, os resíduos de vidro são uma importante fonte de matéria-prima para a fabricação de novas embalagens de vidro.

Portanto, NÃO DESCARTE EM LIXO COMUM!

Garrafas, Garrafas De Cerveja

A importância da reciclagem de vidro:

  • Diminuição do volume de lixo nos aterros sanitários (aumento da vida útil dos aterros);
  • Com o reaproveitamento, a cada tonelada de vidro reciclado, gasta-se 70% menos de matéria-prima (recursos naturais) para fabricar mais vidro;
  • Gerador de renda para milhares de pessoas que atuam principalmente em cooperativas de catadores e recicladores de vidros e outros materiais.
  • Segundo a Abividro (Associação Brasileira das Indústrias de Vidro), a reciclagem do vidro no Brasil movimenta aproximadamente R$ 120 milhões no processo.

Como descartar vidro corretamente

Leve seu vidro reciclável bem acondicionado em caixa de papelão ou embrulhado em jornal para minimizar o risco de quebra até o destino final. 

Leve de preferência enxaguado, sem tampa e sem rótulo para o local de descarte (coleta seletiva ou ecopontos). 

Vidros quebrados NÃO devem ser encaminhados para a coleta seletiva. 

Onde levar seu vidro

Coleta Seletiva

Além dos caminhões de lixo comum, moradores de 94 distritos do município recebem a coleta domiciliar de materiais recicláveis – de acordo com a prefeitura de São Paulo. 

Mesmo sendo ainda insuficiente, pode ser que passe um caminhão na sua rua e você nem saiba.

Ecoponto

“Ecopontos” são pontos de entrega mais conhecidos por receberem resíduos de construção, demolição e móveis velhos. 

Entretanto, além dos entulhos, tais locais também recebem resíduos recicláveis. Eles geralmente são mantidos pelas Prefeituras, portanto, confira nos seus respectivos sites a lista de endereços dos pontos disponíveis na sua cidade.

Troque por serviços

Criada em 2017, a Molécoola é um programa que transforma recicláveis em benefícios ao consumidor.

 Basta baixar um aplicativo, fazer o cadastro e levar o material para um ponto de entrega mais próximo. 

O resíduo gera uma pontuação que, quando acumulada, pode ser trocada por produtos, serviços e descontos. As opções de resgate vão desde um canudo de metal até créditos no bilhete único.

Chame um catador pelo celular

Lançado como o “Tinder da Reciclagem”, o aplicativo Cataki une quem precisa descartar materiais e quem trabalha com a reciclagem. 

A solução é ideal para quem não possui serviços de coleta de recicláveis próximo de casa e já está ativo em capitais, além de São Paulo. 

Por meio dele, é possível visualizar o catador disponível mais próximo e negociar a retirada e o pagamento pelo serviço.

Reciclagem de vidro é o processo industrial de derretimento de resíduos de vidro para a fabricação de novos produtos, na maior parte das vezes, embalagens. 

Champagner, Torrando

Vidros recicláveis são:

  • Garrafas de sucos, refrigerantes, cervejas e outros tipos de bebidas;
  • Potes de alimentos;
  • Frascos de remédios;
  • Frascos de perfumes;
  • Vidros planos e lisos;
  • Vidros de janelas;
  • Pratos, tigelas e copos.
Ainda Vida, Rosas, Perfume, Garrafas

NÃO encaminhe vidros quebrados para a coleta seletiva.

Neste caso, envolva bem os pedaços de vidro em folhas de jornal ou plástico bolha e coloque em uma caixa de papelão. 

Outra opção é cortar uma garrafa pet, colocar os pedaços de vidro dentro dela e fechá-la com a parte superior, lembrando-se de vedá-la bem com fita adesiva, para que não abra no caminho. Jogue com o seu lixo doméstico.

Os tipos de vidros não recicláveis e o que fazer

Alguns tipos de vidros ainda não possuem tecnologias para a reciclagem ou as tecnologias estão em desenvolvimento ou, ainda, o processo é muito trabalhoso e não é vantajoso economicamente reciclar.

Vidros não recicláveis:

  • Espelhos
  • Lâmpadas
  • Vidros temperados (vidros de automóveis, box de banheiro, janelas)
  • Utensílios de vidro temperado.
Espelho Antigo, Espelho Quebrado

Para descarte deste tipo de vidro procure os prestadores de serviços que trabalham com este tipo de material (ex. vidraceiro, lojas de materiais de construção) ou empresas especializadas para retiradas deste tipo de resíduo.

Lâmpadas, Ideias, Inspiração, Seleção

Para o vidro temperado procure verificar empresas ou sites que reutilizam este tipo de material (confira algumas sugestões). 

Links para fazer o descarte correto em São Paulo – O seu portal sobre reciclagem e sustentabilidade (recykloo.com.br)