Skip to content

Investimento tem tripé?

Rentabilidade, Risco, Liquidez

Olá leitor,

Na matéria anterior falamos de opções para aplicar a sua reserva de emergência e comentamos que para essa reserva o indicado são produtos com alta liquidez e baixo risco. Mas o que isso significa? 

Você já deve ter ouvido falar do tripé dos investimentos:
Liquidez, Risco e Rentabilidade.

A liquidez é o prazo em que a sua aplicação estará disponível na sua conta corrente. Uma aplicação que fica disponível no mesmo dia do resgate é uma aplicação de alta liquidez. Por outro lado, temos alguns exemplos de aplicações com baixa liquidez: fundos cujo resgate ocorre em 30 dias ou títulos com resgate apenas no seu vencimento.

O risco está atrelado a valorização ou desvalorização do dinheiro investido. Ao aplicar num CDB (baixo risco) o seu dinheiro terá rentabilidade diária de acordo com a taxa de juros contratada. Já no investimento em ações, por exemplo, o seu dinheiro acompanhará o preço dessa ação, se subir terá valorização ou se cair terá desvalorização.

De forma geral, produtos com baixa liquidez e maior risco tendem a proporcionar maior rentabilidade no longo prazo quando comparados a produtos com alta liquidez e menor risco.

Compare abaixo a rentabilidade histórica de um CDB a 100% do CDI (Certificado de Depósito Interbancário – taxa de referência utilizada para investimentos) e o Ibovespa (uma carteira teórica com as ações mais negociadas na Bolsa de Valores B3). Trata-se de uma simulação de aplicação de 10.000 reais no período de setembro/2015 a setembro/2020 (5 anos).

Nele é possível observar que o CDB (linha laranja) possui menor rendimento, porém constante, sem apresentar grandes oscilações na linha gráfica. Já o Ibovespa (linha azul) apresenta maior rentabilidade para o período, porém uma oscilação muito maior, é preciso ter atenção nesse tipo de investimento, pois em alguns cenários (como, por exemplo: crise do subprime ou pandemia da COVID19) pode resultar em diminuição do seu patrimônio.

Por isso, é importante sempre consultar um especialista em investimentos. 

Agora vamos analisar um outro cenário, o mesmo valor de aplicação para o cenário de 1 ano (set/19 a set/20): 

Com um intervalo menor e, principalmente, pelo mês de março/2020 início da pandemia no Brasil, o CDI teve uma performance melhor que o Ibovespa. 

Nesse contexto, um conceito importante é o da diversificação.

Você já deve ter lido na Internet a frase: “Não coloque todos os ovos na mesma cesta”, essa frase traduz a diversificação, montar uma carteira de investimentos com diversidade de produtos, ou seja, prazos (liquidez) e riscos (baixo, médio e alto) diversos.

A ideia é mesclar produtos com diferentes características para chegar numa carteira adequada ao seu perfil de investidor (conservador, moderado ou arrojado).

No início do texto, falamos sobre a reserva de emergência e indicamos produtos com alta liquidez e baixo risco, pois o objetivo dessa reserva é utilizá-la a qualquer momento, ou seja, não faria sentido você aplicar esse recurso numa aplicação com alto risco com possibilidade de desvalorização no curto prazo.

Assim, o objetivo (curto, médio ou longo prazo) de cada reserva que você formar também deve ser considerado para o planejamento dos seus investimentos.

Ficou curioso em saber mais sobre diversificação, objetivos e perfil de investidor?

Acompanhe os próximos posts.

Até lá!!!