Skip to content

Educação Financeira para criança

Maneiras divertidas de ensinar seus filhos sobre dinheiro

Uma das preocupações que muitos pais possuem é ensinar os filhos lidar com o dinheiro. Afinal de contas, o aprendizado que as crianças têm na infância refletirá na vida adulta, quando eles precisarão trabalhar e administrar suas próprias finanças.

A melhor maneira para ensiná-los se dá por meio de exemplos na prática, pois os pais são as maiores referências para os pequenos e é importante que estes atuem como orientadores e promovam desde cedo uma relação saudável com dinheiro.   

Para te ajudar neste processo, vou te dar algumas dicas de como transmitir ensinamentos às crianças de forma leve e divertida.

1. Use um cofrinho

A primeira dica é meio manjada, afinal, quem nunca teve um cofrinho? Porém, o já famoso porquinho continua sendo uma excelente opção para ensinar os pequenos sobre dinheiro. Ao dar moedinhas para a criança explique a importância de poupar e aguardar para comprar o que deseja. Enquanto o cofrinho não fica cheio, aproveite para estimular que a criança faça planos de como irá gastar o dinheiro que guardou e/ou está guardando.

2. Jogue com os pequenos, jogos de tabuleiro com tema de dinheiro

Alguns jogos clássicos, como Banco Imobiliário ou jogo da Vida, além de muito divertidos e de propiciarem uma oportunidade de reunir a família, também ensinam aos jovens habilidades importantes para a vida, como economizar dinheiro, comprar imóveis ou economizar para a aposentadoria.

3. Estimule a doação

De tempos em tempos aproveite para separar alguns brinquedos e roupas que a criança não usa mais para encaminhar à doação. É importante que ela participe de todo o processo, desde a escolha dos itens a serem doados até, se possível, a entrega da doação. Ver a felicidade das pessoas que recebem a doação é recompensador e ensinará o seu filho a não acumular, desapegar e ajudar ao próximo. 

4. Faça um gráfico de pizza literal

Que tal pedir uma deliciosa pizza para o jantar e de quebra ainda ensinar sobre finanças e matemática? Imagine que a pizza inteira é o seu salário ou receita total, divida a pizza em pedaços e explique que cada fatia terá uma destinação: gastos com alimentação, educação, pagar contas etc. O mais importante, lembre-se de destinar uma fatia para investimentos!

5. Dê o exemplo

Nada melhor do que dar o exemplo para ensinar seus filhos, pois eles tendem a imitar o seu comportamento. Como você espera que eles tenham uma relação saudável com dinheiro se você é um comprador compulsivo ou está repleto de dívidas? Procure você também se educar e praticar bons hábitos financeiros.

6. Diga não

As crianças estão constantemente pedindo o mais novo brinquedo ou marca de roupa e, alguns meses depois, passam a querer outra coisa. Aprenda a dizer “não” ao seu filho de vez em quando mesmo quando você possui condições financeiras para realizar a compra. Frustração também faz parte, afinal de contas, quando somos adultos não podemos ter tudo o que desejamos e, muitas vezes, precisamos economizar e aguardar um tempo para conquistar alguns objetivos.

7. Use sistema de recompensas ao invés de mesada.

Ao invés de dar a seu filho uma determinada quantia de dinheiro por mês, a famosa mesada, que tal oferecer uma recompensa em dinheiro para tarefas concluídas, como arrumar a mesa ou lavar a roupa? Isso reforça que o dinheiro é ganho, não dado e ainda reforça a ideia que todos devem cooperar nos afazeres domésticos.

8. Mostre o valor de cozinhar em vez de comer fora

Ir a restaurantes pode até ser mais conveniente e prático, porém ensinar seu filho a cozinhar além de ajudar a economizar, irá propiciar a família ter tempo de qualidade juntos. Seus filhos podem ir até o supermercado com você ajudando na lista de compra dos ingredientes necessários e observando o preço de cada item. Esses momentos, além de criar excelente memórias, irão propiciar uma lição financeira ao mesmo tempo.

9. Elabore uma lista de desejos

Em vez de uma carta anual ao Papai Noel, incentive seu filho a escrever todas as coisas que deseja e, em seguida, classifique cada item. Isso não apenas ensina seu filho a priorizar as compras, mas também faz com que eles planejem com antecedência os itens que desejam.

10. Ensine que dinheiro não é tudo

Embora o dinheiro seja importante e necessário para se manter na vida adulta, ensine às crianças que ele é uma ferramenta. 

Diga a ele que quando crescer precisará do dinheiro para pagar as contas, ter onde morar, mas que também precisará saber gerenciá-lo para realizar sonhos como uma viagem, criar filhos com tranquilidade etc. Importante ressaltar que, o quê ele terá de mais valioso sempre serão as coisas não materiais como valores, família e momentos especiais.

Estes pelo menos são os ensinamentos que tentamos transmitir aqui na nossa família. 

  • E na sua família?
  • Também é assim?
  • Vocês já colocam algumas destas dicas na prática?

Deixa aqui nos comentários para mim.