Skip to content

De Aristóteles a Maquiavel, o que é política

Significado de Política

Amada por uns e odiada por outros, o que de fato é isso que chama tanto a atenção das pessoas. 

“Eu odeio política!”
Não é difícil ouvirmos esta expressão, seja de membros de nossa família, seja em nosso grupo de amigos ou entre os colegas de trabalho.
Há quem assuma já ter brigado por ela e por isso evita tocar nesse assunto para não gerar atritos e inimizades. A questão que se coloca então é: podemos nos livrar da política?

Aristóteles, um dos maiores representantes do pensamento grego clássico, afirmou que “o homem é um animal político (zoon politikon)”. Com isso, ele estava querendo dizer que o ser humano é, por natureza, um ser social, um ser para a convivência.

O homem grego da época de Aristóteles se organizava socialmente na pólis, daí a expressão política. A pólis era uma espécie de cidade independente das demais em sua administração, uma cidade-Estado.

Uma das mais expressivas pólis foi Atenas. Em seu período democrático, os cidadãos atenienses participavam ativamente das decisões da cidade. Faziam isso participando das assembleias que se reuniam quase semanalmente na ágora, a praça pública. A esse envolvimento nas decisões da comunidade chamavam de ação política.

Percebemos assim que não foi Aristóteles nem tampouco os gregos que criaram a política. Ela foi sendo forjada pelos homens e mulheres ao longo de sua vivência e convivência em grupos. Podemos chamar de política as relações que os seres humanos vão estabelecendo entre si ao longo da história.

Entretanto, outros diversos sentidos foram sendo agregados à essa expressão. Política passou a designar também a forma como o homem organiza e administra a sua convivência em grupos. Essa concepção está mais próxima da que comumente usamos: política como forma de conduzir uma sociedade. Nesse sentido, muitos foram os modelos políticos propostos e experimentados ao longo dos séculos. 

Surge aí uma questão: qual o objetivo dessa ação política? A que visa essa condução da sociedade?

Desde os pensadores da Antiguidade, passando pelos pensadores medievais, sustentou-se a ideia de que a política tem como objetivo o bem comum, um conjunto de ações e decisões que favoreçam o bem viver das pessoas.

Contudo, no período do Renascimento, o pensador italiano Nicolau Maquiavel inaugurou um novo olhar por sobre a política e seu objetivo. Para Maquiavel, os pensadores antigos e medievais se detiveram a refletir sobre a política ideal, ou seja, como ela deveria ser, por isso tinham como horizonte o bem comum.

Ele, porém, se propunha a uma investigação diferente: analisar a política real, tal como ela é; o jogo político como ele é jogado. Em sua análise, esse expoente do pensamento renascentista conclui que o objetivo da política real é a conquista e a manutenção do poder. 

Com o passar do tempo, as instâncias de decisão da vida pública foram se afastando do cotidiano do povo. As diferentes formas de governo, com maior ou menor representatividade e participação popular, foram dando ao homem a impressão de que a atividade política caberia apenas a um grupo restrito de pessoas que, por isso, passam a ser chamados de políticos.

Todavia, o modo como esses agentes desempenham o papel administrar a “pólis” nem sempre é pautado por aquele ideal de bem comum e, não poucas vezes, é permeado por situações de corrupção e descaso com o que é público. Talvez esteja aí a razão do desencanto de muitos pela política.

Como cidadãos que somos, precisamos recuperar a compreensão da política enquanto marca natural do ser humano, ou seja, de todos nós. Precisamos ainda, por mais que a princípio nos custe, nos inteirar, acompanhar e participar, da forma como nos cabe, das ações de gestão das políticas públicas. 

Não há como eliminar a política, mas há como transformá-la.

O autor do artigo “De Aristóteles a Maquiavel, o que é política” publicou o livro “Lições de um tempo de pandemia” e nós da Comud recomendamos seu livro.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é 51BaGn4FZEL._SX332_BO1,204,203,200_.jpg